O Comitê de Auditoria, órgão não estatutário de caráter permanente, tem por objetivo assessorar o Conselho de Administração no desempenho de suas atribuições relacionadas a auditoria, controles internos, governança corporativa, gerenciamento de riscos e de práticas de anticorrupção.

O Comitê de Auditoria tem por finalidade, acompanhar:

  • o funcionamento de todo o sistema de governança corporativa da Companhia, contribuindo para a adoção das melhores práticas nacionais e internacionais de governança corporativa aplicáveis, podendo propor melhorias no sistema de governança corporativa da Companhia;
  • o gerenciamento integrado dos riscos da Companhia, de forma a contribuir para a boa gestão dos recursos, a proteção e valorização do seu patrimônio;
  • as práticas de prevenção e o combate a atos de corrupção, por meio da observância irrestrita da Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013 (Lei Anticorrupção), verificando as regras e princípios de conduta aplicáveis a todos os seus colaboradores e parceiros no desempenho de suas funções ou na prestação de serviços à Iguá, com o propósito de prevenir a ocorrência de quaisquer atos de corrupção;
  • o sistema de controles internos e a auditoria independente da Companhia, no sentido de verificar sua efetividade.

Principais atribuições do Comitê de Auditoria:

  1. Eventuais melhorias das práticas de auditoria, controles internos, governança corporativa, do código de ética e da política de partes relacionadas da Companhia;
  2. Supervisão a contínua aderência às exigências legais, estatutárias e regulatórias de mercado e às práticas de governança corporativa formalmente adotadas pela Companhia;
  3. Avaliação dos processos de supervisão, monitoramento e gerenciamento de riscos da Companhia;
  4. Acompanhamento dos riscos relacionados a processos judiciais ou administrativos em curso;
  5. Reportar as atividades deste Comitê nas reuniões Conselho de Administração;
  6. Realizar, no mínimo anualmente, a auto avaliação de suas atividades e identificar possibilidade de melhorias na forma de sua atuação;
  7. Recomendar ao Conselho de Administração da Iguá a entidade a ser contratada para prestação dos serviços de auditoria independente, bem como a substituição do prestador desses serviços, caso considere necessário;
  8. Analisar as demonstrações financeiras trimestrais e anuais, inclusive as notas explicativas e relatório da administração, bem como o relatório dos auditores independentes previamente à divulgação, reportando ao Conselho de Administração quando necessário; e
  9. Recomendar à Administração a correção ou o aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito de suas atribuições.

voltar

topo